top of page

BLOG MAR & DEFESA

"Nada de novo no front"

Publicado no blog MAR & Defesa em 21 de novembro de 2022



Baseado no livro homônimo de Erich Maria Remarque, o filme "Nada de Novo no Front", lançado pela Netflix, vem fazendo sucesso desde a sua estreia na plataforma de streaming. Contudo, o que algumas pessoas não sabem, é que a história por trás da obra é real, sendo regada de tragédia e polêmica.


A trama conta a saga de um soldado alemão, que para servir na Primeira Guerra Mundial, mente a sua verdadeira idade. O livro de Erich Maria Remarque foi lançado originalmente em 1929 e, um ano depois, adaptado para os cinemas, vencendo o Oscar nas categorias de Melhor Filme e Melhor Direção.


No entanto, a estreia da produção foi marcada por polêmicas, gerando até mesmo repulsa do político alemão Joseph Goebbels. Na ocasião, o local onde o filme estava sendo exibido foi atacado com bombas e ratos.


Para piorar a situação, os projetores foram desligados e, diante da escuridão, os camisas-parda agrediram o público, que eles acreditavam ser judeus. De acordo com a biografia "The Last Romantic", de Hilton Tims, o autor Erich Maria Remarque teria sido procurado, ainda, por um emissário nazista, com o intuito de coagi-lo.



Comentário do MAR & DEFESA

Fonte: Wikipédia (acesso em 21/11/22)


Erich Paul Remark nasceu no seio de uma família trabalhadora católica alemã. Com 18 anos de idade, partiu para as trincheiras durante a Primeira Guerra Mundial, onde foi ferido várias vezes. Depois da guerra, mudou o seu nome para Remarque, e teve diversos empregos, incluindo bibliotecário, homem de negócios, professor, e editor.


Em 1929, Remarque publicou o seu trabalho mais famoso Im Westen nichts Neues ("A oeste nada de novo", em Portugal, e "Nada de novo no front", no Brasil), sob o pseudónimo Erich Maria Remarque (mudando o seu nome do meio em honra da sua mãe). Escreveu mais alguns livros de conteúdo semelhante, numa linguagem simples e emotiva, que descrevia a guerra e o pós-guerra.


Em 1933, os nazistas baniram e queimaram os livros de Remarque. A propaganda do partido afirmava que ele era descendente de judeus franceses, e que o seu verdadeiro nome era Kramer (o seu nome original lido de trás para a frente). Há ainda algumas biografias que afirmam isto, apesar da falta de provas.


Viajou para a Suíça, em 1931, e em 1939 emigrou para os Estados Unidos com a sua primeira esposa, Ilsa Jeanne Zamboui, com quem se casou e divorciou duas vezes. Tornaram-se cidadãos estadunidenses em 1947. Por fim, casou-se com a atriz Paulette Goddard, em 1958, e permaneceram casados até à data da sua morte, em 1970, na Suíça.

---


MAR & DEFESA

Poder Marítimo e Defesa Nacional

Contribuindo para o desenvolvimento de uma mentalidade política de defesa no Brasil

Cadastre-se no site para receber a nossa newsletter:

Perguntas e sugestões:

- Fale Conosco do site;

- Whatsapp (21) 97673-4234

Commentaires


FAÇA SEU CADASTRO!

Ao cadastrar o seu e-mail você receberá uma notificação sempre que um novo conteúdo for publicado no MAR & DEFESA. Cadastre-se e não perca nenhuma atualização do MAR & DEFESA.

logo-mar-e-defesa.png
bottom of page